"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível." São Francisco de Assis

segunda-feira, 21 de março de 2011




CELEBRAÇÃO DE ABERTURA DOS 800 ANOS
DO CARISMA DE SANTA CLARA DE ASSIS

ACOLHIDA


COM: Irmãos e irmãs, reunidos em nome do Senhor e em grande comunhão enquanto Família Francisclariana, iniciamos o Ano Clariano celebrando 800 anos do Carisma de Santa Clara. Hoje, Domingo de Ramos Jesus entra solenemente em Jerusalém. Na verdade entra para realizar as promessas para instaurar o verdadeiro reino de Davi. Segundo as palavras do profeta vem montado sobre um asno sinal não do poder, mas da simplicidade e da humildade. Seguindo o conselho de São Francisco, Santa Clara escolheu justamente o Domingo de Ramos para começar o seu seguimento radical de Cristo, despojando de sua beleza, de suas vestes preciosas para vestir o hábito da penitência. Iniciemos a Santa Missa na alegria e no desejo de celebrar o vigor dos 800 anos da vocação de Clara de Assis.
Ritos Iniciais

ANTÍFONA:
L- Saudemos com Hosanas o Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor!/: Jesus, rei de Israel, Hosana nas alturas:/ T- Saudemos...
COM: O caminho que Jesus percorre é marcado pelo júbilo, louvação e aclamação do Messias. Os ramos que serão abençoados nos levam da festa da entrada de Jesus em Jerusalém ao desfecho doloroso da cruz. O ramo abençoado transformou-se para Santa Clara no sinal de Deus que confirmava seu compromisso no seguimento radical de Jesus Cristo.

BÊNÇÃO E PROCISSÃO DOS RAMOS

ORAÇÃO DE BÊNÇÃO DOS RAMOS:

EVANGELHO

ACLAMAÇÃO DO EVANGELHO
Canto: SALVE, Ó CRISTO OBEDIENTE! SALVE AMOR ONIPOTENTE, QUE SE ENTREGOU À CRUZ E TE RECEBEU NA LUZ!

Proclamação do Evangelho
Quem preside asperge os ramos que as pessoas trazem nas mãos. Enquanto se canta: Os filhos dos hebreus, com ramos de oliveiras, correram ao encontro do Senhor,
Cantando: Hosana ao Filho de Davi...

PROCISSÃO DOS RAMOS (FOLHETO)
Canto: ACC II 49 e 50
COM: A fecundidade do Carisma Clariano tem como fonte a celebração pascal do Domingo de Ramos. Evocando este acontecimento, a exemplo de Clara de Assis, associemo-nos intimamente aos mistérios pascais do Cristo.

LITURGIA DA PALAVRA

ACLAMAÇÃO

EVANGELHO (Mt 26,14-27,66)
PROFISSÃO DE FÉ

PRECES DA COMUNIDADE

Quem preside: Confiantes na bondade infinita do Pai, apresentemos as nossas preces.
1. Pai de bondade iluminai vossa Santa Igreja, que hoje inicia com vosso Filho Jesus a caminhada rumo à sua gloriosa ressurreição. Nós vos pedimos.
T: ESCUTAI SENHOR, NOSSA PRECE CONFIANTE
2. Pai de bondade, iluminai os caminhos dos seguidores do vosso Filho Jesus, inspirados pelo exemplo de Clara de Assis. Nós vos pedimos.
3. Pai de Bondade, consolidai os projetos de vida fraterna e missionária dos membros da Família Franciscana, na celebração dos 800 anos do carisma Clariano. Nós vos pedimos.
4. Pai de bondade, inspirai o testemunho dos franciscanos e franciscanas, para que brilhe como caminho de unidade e de vida vivida em função do amor. Nós vos pedimos.
5. Pelos amigos, benfeitores e todos os devotos de Santa Clara, para que iluminados por essa luz claríssima sejam sal da terra e luz do mundo. Pedimos ó Pai:
6. Que seja despertado nos corações das jovens o mesmo desejo que Clara ansiava: uma vivência cristã mais intensa e profunda, principalmente no que tange à caridade e a oração, dando frutos de novas vocações em nosso Mosteiro. Pedimos ó Pai:
7. Por todos as Irmãs Clarissas que na alegria desta solenidade celebram a abertura do Ano Clariano que a exemplo de Clara sejam cada vez mais claras de nome, mais claras por sua vida e claríssimas em suas virtudes. Pedimos ó Pai:

ORAÇÃO dos 800 ANOS DO CARISMA CLARIANO
Ó Altíssimo Pai celestial, por vossa misericórdia e graça, iluminastes vossa serva Clara de Assis, com o esplendor do Cristo Ressuscitado, seu amado esposo, a fim de que, por uma vida vivida no amor, brilhasse como luz aos irmãos e irmãs de ontem e de hoje. Ouvindo o vosso chamado, seguindo o exemplo de Francisco, Clara trocou a nobreza pela pobreza e, na penitência em São Damião, com jovial alegria, viveu no silêncio, na contemplação e na fraterna comunhão. Bendito sejais, ó Altíssimo Pai, pelas mulheres e homens, que nestes oitocentos anos abraçaram o ideal de vida de Santa Clara. Por seu testemunho, iluminaram os caminhos da missão e da paz, radiantes de alegria e de esperança. Concedei, Senhor, à Família Franciscana do Brasil, seguir o caminho da simplicidade, da humildade fraterna, da pobreza numa vida honesta e santa, alimentada pelo pão da Palavra e da Eucaristia, solidária com os pobres e excluídos. Iluminados pela luz do vosso Espírito que em Clara de Assis brilhou como o sol, jamais percamos de vista, o ponto de partida, da íntima unidade com Jesus Cristo, o irmão pobre do presépio e da Eucaristia. Amém!
Nossa mãe Santa Clara e nosso pai São Francisco de Assis, rogai por nós

Liturgia Eucarística
Canto

ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS

ORAÇÃO EUCARÍSTICA II

COM: A Família Francisclariana na abertura dos 800 anos do Ano Clariano faz memória daquele Domingo de Ramos, recordando o nascimento do Carisma de Santa Clara evocando o gesto do Bispo Dom Guido ao entregar à Clara que elegante e adornada com vestes condizentes com a nobreza de sua família na beleza de sua juventude recebe um raminho de oliveira bento sinal de Deus confirmando sua decisão de seguir os passos de Cristo pela vida consagrada. Ouçamos a
Leitura da Legenda de Santa Clara “Aproximava-se a solenidade de Ramos, quando a jovem, de fervoroso coração, foi ter com o homem de Deus, para saber o que e como devia fazer para mudar de vida. Ordenou-lhe o pai Francisco que, no dia da festa, bem vestida e elegante, fosse receber a palma no meio da multidão e que, de noite, deixando o acampamento , trocasse o gozo mundano pelo luto da paixão do Senhor. Quando chegou o Domingo, a jovem entrou na igreja com os outros, brilhando em festa no grupo das senhoras. Aconteceu um oportuno presságio: os outros se apressaram a ir pegar os ramos, mas Clara ficou parada em seu lugar por recato, e o pontífice desceu os degraus, aproximou-se dela e lhe colocou a palma nas mãos. De noite, dispondo-se a cumprir a ordem do santo, empreendeu a ansiada fuga em discreta companhia. Não querendo sair pela porta habitual, com as próprias mãos abriu outra, obstruída por pesados troncos e pedras, com uma força que lhe pareceu extraordinária. E assim, abandonando o lar, a cidade e os familiares, correu a Santa Maria da Porciúncula, onde os frades, que diante do altar de Deus faziam uma santa vigília, receberam com tochas a virgem Clara. Nesse lugar, livrou-se logo da sujeira da Babilônia e deu ao mundo o libelo de repúdio (cfr. Mt 5,31; Dt 24,1): com os cabelos cortados pela mão dos frades, abandonou seus ornatos variados. Nem convinha que, naquele ocaso dos tempos, fosse fundada em outro lugar a Ordem da florescente virgindade a não ser na casa da que foi a única mãe e virgem, antes e acima de todos. Era o lugar em que a nova milícia dos pobres dava seus felizes primeiros passos sob o comando de Francisco, para ficar claro que em sua casa a Mãe da misericórdia dava à luz as duas Ordens. Depois que a humilde serva recebeu as insígnias da santa penitência junto ao altar da bem-aventurada Maria, como se desposasse Cristo junto ao leito da Virgem.”
Ritos finais

quinta-feira, 3 de março de 2011

Família Franciscana do Brasil
SEDE NACIONAL CNPJ nº 31.166.622/0001-18
SCLRN 709, CONJUNTO B – ENTRADA 11
CEP 70.740-971 Brasília – DF Tel. (61) 3349-0157
E-mail ffranciscana@terra.com.br Site: http://www.ffb.org.br/


Brasília 25 de fevereiro de 2011





DE: Irmã Petronila de Sousa Soares
PARA: Todos os Irmãos e Irmãs da FFB.
ASSUNTO: Celebração de abertura do Ano Clariano.
Dia 17 de abril/ 2011 - Domingo de Ramos

Prezados/as Irmãos e Irmãs
Paz e Bem!




Como resultado do nosso envolvimento com a implementação da programação do Ano Clariano, quero iniciar esta correspondência usando as palavras de Santa Clara de Assis: Quem vai me dizer, então, para não exultar com tão admiráveis alegrias (3ª In.v.9 ). É isso mesmo, muito me alegra ver a empolgação e colaboração de nossos Irmãos e Irmãs na preparação das atividades objetivando revigorar nossa espiritualidade francisclariana.
Estamos encaminhando um roteiro para a celebração de abertura do Ano Clariano que acontecerá no domingo de Ramos, dia 17 de abril, e esperamos o envolvimento de toda a Família Franciscana para fazer dessa celebração o “ponto de partida” desse tempo que antecede ao Jubileu dos 800 anos.
Em 2010, no encontro dos Coordenadores dos Regionais, iniciamos a programação e assim ficou definido sobre o Ano Clariano:
* Tema: Santa Clara de Assis e de hoje: caminho de unidade.
* Lema: Vida vivida em função do amor.
* Abertura: Domingo de Ramos, considerando a simbologia do Ramo na vocação de Santa Clara e quero repetir esse gesto, especialmente, se tiver algum/a vocacionado/a na celebração.
Pedimos que cada Irmão e cada Irmã, onde quer que esteja na imensidão desse país, que se envolva nessa celebração objetivando revitalizar nossa vocação tendo Santa Clara como modelo de discípula fiel do Jesus Cristo. E onde for possível que seja celebrado nos Mosteiros.
Em Brasília, onde se encontra a sede nacional da FFB, a celebração será na paróquia de Santa Clara e São Francisco, porque não foi possível no mosteiro das Irmãs Clarissas, mas o importante é o sentido de unidade que essa celebração nos traz e assim todos se sintam representados e em sintonia conosco.
O roteiro da celebração pode ser adaptado a realidades regionais, bem como os cânticos que foram inseridos podem ser substituídos por outros mais conhecidos na comunidade local.
Ao Frei Faustino Paludo, a Comissão do Ano Clariano, ao Conselho Diretor e ao pessoal que trabalha no escritório sede, os meus agradecimentos pela colaboração até o presente momento.
Fraternalmente,
_______________________________


Irmã Maria Petronila de Sousa Soares,smic
Presidente Nacional da FFB